Juventude em Prosa

Encontro da CJMA na Zona da Mata

Whatsapp

27/12/2017

 

   Foto: Ivanildo Paulino

        Zona da mata sul de Pernambuco Rio formoso, 21/12/2017, local de encontro da comissão de jovens multiplicadores/as da Agroecologia da zona da mata, CJMA . O encontro ocorreu na casa de um dos jovens, que faz parte da comissão e teve duração de um dia inteiro, de planejamento e amostras de resultados, que se sucederam no inicio do ano passado, na ultima vez que nos encontramos, os presentes foram dos municípios de Catende, Rio formoso e Barreiros. Com a presença de jovens quilombolas que animaram e interagiram, mostrando que a cultura ainda vive que a força ancestral esta viva dentro de cada um que se identifica com a sua origem, e que se revigora pela vontade de lutar pelos seus direitos, é visível que a cada dia que se passa os jovens ficam mais empoderados em suas bases, na busca por direitos no campo, com a participação desses jovens em outros espaços como o fórum das juventudes de Pernambuco (FOJUPE), se torna visível o resultado dessa evolução, além de outros espaços que cada dia mais esta sendo ocupado por esses jovens, é orgulhoso de ver o fruto de um trabalho de base que mostra aos jovens o que é preciso fazer, onde ele deve esta, aonde realmente é o seu lugar.

Nessa perspectiva que seguiu o encontro, focalizado nas ações que visibilizem o IV ENA, (Encontro Nacional de Agroecologia)  que esta próximo, em vista disso o nosso planejamento foi dirigido de forma que evidencia ao ENA nas nossas atividade, sabendo que o mesmo será palco de grande importância para a juventude e que possa ter ,nesse cenário, representantes da nossa juventude de luta que se organiza e que tem muitas coisas bonitas para mostra. Antes desse encontro aconteceu o V encontro juventude e agroecologia, onde na ocasião alguns jovens presentes participaram, sabendo que o mesmo era um preparatório para o ENA, e mostrou aos jovens que participaram que é um palco de vivencia de experiência e de saber que existe Agroecologia também na cidade, em um senário diferente ao qual estamos acostumados, foi um lugar para sair da zona de conforto e sentir na pele o que as juventudes da cidade passam no seu dia-a-dia, após um breve relato do que foi o que V encontro, muitos entenderam a metodologia do ENA, com a consciência que o cenário será bem mais abrangente.

No final cada representante saiu com suas atividades e perspectivas de alcança o objetivo, e participar de um dos maiores palcos de representação Agroecológica que conhecemos, agroecologia, juventude, mulheres, campo, cidade uma diversidade de pessoas de cenários mais com um só objetivo permanecia e busca de novos direitos que perante ao cenário politico honroso que vivemos, esses direitos esta cada vez mais sendo oprimidos. Aos abrações e felicitações de boas festas de firmeza na luta, que o ano de 2018 será palco de muitas lutas e batalhas, e que mais do que nunca devemos focalizar energias boas e se preparar para alcançar os nossos objetivos.