Juventude em Prosa

Fórum das Juventudes de Pernambuco realiza sua 8° Assembleia em Caruaru

Whatsapp



16/03/2020

Foto: Comissão de Jovens Multiplicadores/as da Agroecologia (CJMA)

Fórum das Juventudes de Pernambuco realiza sua 8° Assembleia em Caruaru

Por Adriano Ferreira Lima, Edvan Sousa, Vitor Diego e Sandro Farias

Aconteceu durante os dias 13,14 e 15 de março a 8° assembléia do Fórum das Juventudes de Pernambuco (FOJUPE), onde foram discutidas as pautas das diversas juventudes do estado. Participaram do encontro representantes das juventudes negras, LGBTQI+, quilombolas e povos tradicionais, camponeses, estudantes, artistas e tantos outros que representam a grandiosa diversidade da juventude de Pernambuco. O encontro foi bem rico e proveitoso, foram debatidas varias pautas através de rodas de diálogos e foi notório o engajamento dos jovens na condução dos processos e debates realizados durante a atividade. O encontro começou com uma mística, voltada para o CUIDAR, exercícios de acolhimento e cuidado mutuo, onde cada um aproveita o espaço para cuidar dos/as outros/as e de si mesmo.

A assembléia acontece no ano em que o fórum completa 10 anos de existência e de construção política. Isso é bem simbólico e por isso, durante a atividade foi feita uma linha do tempo, onde observamos a caminhada do fórum até aqui, podemos perceber que o caminho foi longo e de muita luta durante esses anos. Uma década na ativa, foram dois anos de discussão e planejamento, para que hoje Pernambuco tenha um fórum de juventudes que paute as questões dos jovens do campo e da cidade, campanhas foram lançadas, a exemplo da campanha “jovens pelo direto de viver" e outras de incidências política. O estatuto comentado das juventudes é um exemplo real do que o FOJUPE junto as organizações de apoio vem se tornando e se destacando com as juventudes.

Foto: Comissão de Jovens Multiplicadores/as da Agroecologia (CJMA)

Durante esses três dias de atividades foram mostrados as ações desenvolvidas ao longo de 2019 nas quatro regiões de desenvolvimento do estado de Pernambuco (Zona da Mata Sul, Agreste, Sertão e Região Metropolitana). E nestas apresentações pode-se ver que mesmo com algumas dificuldades, muitos caminhos foram construídos, como: jovens entrando na política para dar visibilidade às juventudes, no Sertão temos uma candidatura coletiva de duas mulheres que vão disputar as eleições municipais, como jovens, como mulheres e como camponesas. Por isso, reafirmamos o nosso compromisso de seguir jutos na luta por justiça social e igualdade, democracia e liberdade.

Durante o encontro os/as jovens se reuniram e fizeram seus planejamentos anuais (por território e estadual), olhando para trás e vendo quais erros e quais acertos tiveram, para que neste ano possam melhorar e ampliar as ações. Vale destacar que neste encontro a noite cultural deixou um gostinho de quero mais, foi bem divertida e animada. Contou com muito forró, apresentação artística, comidas, bebidas, desfiles e muito mais. Isso mostrou que podemos nos divertir sem ter músicas que denigrem as pessoas, que falam do corpo da mulher, que fazem apologia ao sexo, por exemplo. Então construímos coletivamente o entendimento que  não é proibir, mas se conscientizar que esses espaços, são espaços de formação, luta e resistência. Temos que valorizar nossas raízes, a cultura da região, dar visibilidades a esses artistas. E assim, terminamos nossa oitava assembleia com alegria, resistência e prontos pra lutar, e para finalizar, fomos abençoados pelos céus, que nos presenteou com uma chuva maravilhosa.

Revisão e Edição: Gildo José da Silva