Juventude em Prosa

Juventude camponesa criando meios de vida sustentáveis e gerando renda em suas comunidades.

Whatsapp



05/06/2019

 

Por Gabriel Venâncio

 

 

 

Essas são a produção das BIOJOIAS, feitas por Gabriel Venâncio e Nildivania Venâncio, ambos jovens multiplicadores da agroecologia do Assentamento parceiros do Pajeú município de  Flores-PE. As peças são feitas de modo artesanal, e utiliza em sua maior parte sementes colhidas nas matas da caatinga do referido município, também sementes de açaí que são adquiridas de outros lugares. Esse produção é uma produção independente, mais tal habilidades foram adquiridas através de oficinas que foram ministradas por jovens da CJMA como Maria José do município de Carnaíba/PE.

   

     Maria José também é uma jovem multiplicadora da agroecologia e ministra algumas oficinas para ensinar a produzir biojóias. Foi através da Comissão de Jovens Multiplicadores da Agroecologia e do Centro Sabiá que Maria José foi até Flores dar uma oficina dessas, daí eu peguei o gosto pelas biojóia, e comecei a produzir. Atualmente, minha esposa e eu estamos conseguindo obter renda com a venda das mesmas.

    "Antes de conhecer o trabalho de perto eu não valorizava muito, mais vendo Gabriel produzindo, desde a cata das sementes até o processo final que é o acabamento, comecei a me interessar e a gostar. A gente tem uma triste ilusão de usar bijuterias ou joias compradas nas lojas.... Produtos esses que nem sabemos a procedência. Com as biojóias não, a gente sabe exatamente de onde elas são feitas, como são feitas. Sem falar no trabalho que tem por traz disso, que é a preservação das matas pois é de onde tiramos a matéria prima  para chegar no produto final. Hoje me sinto lisonjeada em ver alguém usando um colar, brinco feito por mim, pois depois que tomei gosto pela coisa, eu aprendi a produzir também. Então, é motivo de muito orgulho ver as pessoas usando as peças que produzimos". Afirma Nildivania Venâncio. E assim como a gente, outros jovens do Sertão do Pajeú, Agreste e Zona da Mata de Pernambuco também produzem produtos de forma sustentável, e Agroecológicos. É bem diversa a linha de produtos que esses jovens multiplicadores produzem.  Nós que fazemos a comissão de jovens multiplicadores da agroecologia (CJMA), convidamos vocês a nos conhecer e acompanhar de perto como são feitos todos os nossos produtos. Somos um coletivo que temos atuação nas três regiões do estado de Pernambuco, Agreste, Sertão  e Mata, e será um privilégio em recebê-los em nas nossas propriedades.