Juventude em Prosa

Projeto cine nas comunidades leva lazer e entretenimento à comunidade rural no município de Catende, Zona da Mata Sul de PE

Whatsapp



21/02/2020

Foto: Ferreira Lima

Projeto cine nas comunidades leva lazer e entretenimento à comunidade rural  no município de Catende,

Zona da Mata Sul de PE

Por Ferreira Lima, jovem multiplicador da agroecologia, compõe a CJMA e é coordenador do FOJUPE no território da Zona da Mata com a colaboração de Janaina Ferraz (Assessoria às Juventudes do Centro Sabiá)

No dia 20 de fevereiro de 2020, foi realizado pela primeira vez no Engenho Rochedo, zona rural do município de Catende-PE, o projeto “Cine nas comunidades”, uma forma de levar cinema até as comunidades rurais. Este projeto vem sendo realizado por diversos jovens que compõem a Comissão de Jovens Multiplicadores da Agroecologia no estado de PE. Teve um marco e visibilidade forte em meados de 2015 com o “Cine arte das Flores”, que acontecia no município de Flores, Sertão do Pajeú e foi inspiração para os/as jovens de diversos municípios como foi o caso de Rio Formoso, por exemplo. Assim, jovens da Comunidade Quilombola de Demanda se inspiraram nestas ações e também desenvolveram essa prática na sua comunidade como uma estratégia de mobilização e articulação das juventudes com a utilização da ferramenta do cinema. No entanto, na região da mata ações deste tipo foram ficando cada vez menos frequentes, devido a diversos fatores que perpassam questões como o interesse e envolvimento das juventudes até a desarticulação dos coletivos que puxavam as ações anteriormente.

A Comissão de Jovens Multiplicadores/as de Agroecologia (CJMA) e o grupo Semeando Agroecologia nas Escolas e Comunidades (SAEC), a partir do apoio do Centro Sabiá realizou este cine. As juventudes que organizaram o processo, também pediram apoio a pessoas da comunidade para fornecimento de pipocas e sucos para animar o cinema.

Foto: Ferreira Lima 

Foram exibidos dois curta do Centro Sabiá: Floresta que refresca e Fundo Rotativo Solidário, em seguida foi exibida a comedia romance “o casamento de gorete”, um filme que trás temáticas LGBT. Sinopse: “Essa é a História de Gorete, popular apresentadora de rádio, que recebe a inesperada herança de seu pai, há anos ausente em sua vida. Porém, nossa personagem só poderá tomar posse do dinheiro sob uma condição: casar-se. O que poderia ser o sonho de qualquer mulher é, entretanto, o pesadelo da caricata Gorete, que permanece apaixonada por seu grande e perdido amor de infância. Um torneio para escolha de seu futuro marido, um casamento nada tradicional, absurdas tentativas de assassinato e as inseparáveis amigas, Domitila e Marivalda, completam o cenário dessa divertida, leve e inspiradora história de amor”.

Eu (Ferreira Lima) achei bem interessante ter levado este filme para a minha comunidade. Na verdade achava que podia ter questionamentos ou até falas preconceituosas por parte deles/as, mas ao contrário, como o filme faz rir e também se emocionar senti que foi bem acolhido pela comunidade. E isso me deu um gostinho de levar mais filmes que apresentem outras temáticas para serem debatidos na minha comunidade. O cine contou com a participação de cerca de 25 pessoas entre mulheres e homens adultos, crianças e jovens. No termino da sessão falou-se sobre as questões apresentadas nos curtas e no longa e a comunidade agradeceu a iniciativa. Afirmando que é importante se ter outros momentos como este, falaram da importância da cultura e que o cinema pode ser um caminho para encontros, diversão e até envolvimento da comunidade em assuntos importantes. Os mais velhos relataram que o cinema da cidade de Catende foi fundado em 1956 com capacidade para 1.321 pessoas e que funcionava diariamente, mas depois de alguns anos foi  condenado e há mais de 50 anos esta fechado. Falaram que os cinemas mais próximos são os da cidade de Caruaru ou Recife e isso inviabiliza que a comunidade possa ter acesso, por isso todas as crianças e até alguns dos adultos que participaram da exibição, afirmaram que nunca foram ao cinema. Nós que tivemos a iniciativa, ficamos bem felizes com o resultado e assumimos o compromisso de realizar outros cines futuramente.