Notícias

Grito dos/as Excluído/as Pernambuco marcha por democracia e direitos

Whatsapp

06/09/2017

Grito dos/as Excluído/as Pernambuco marcha por democracia e direitos

Por Laudenice Oliveira e Pedro Araújo (Centro Sabiá)

 

 

Porque a vida vem em primeiro lugar. Este é o 23º Grito dos Excluídos que acontece todo dia 07 de setembro, organizado pelas pastorais sociais da Conferência  Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), com o apoio dos movimento sociais e sindical.  A proposta é fortalecer  e construir ações que mobilizem a classe trabalhadora nas suas lutas populares. Defender os/as excluídos/as para que assegurem seus direitos, tenham vez e voz. O tema deste ano é: A Vida em Primeiro Lugar – por direitos e democracia a luta é todo dia.

 

“Ouso dizer que está nas mãos dos excluídos o futuro da humanidade”, são palavras do Papa Francisco. Mas esses e essas excluídos/as precisam despertar para se organizar e participar das lutas. O Grito é um momento de força coletiva, de mobilização, de mostrar para os/as governantes que vêm retirando direitos e a democracia do Brasil que  ainda há luta,   resistência e forças contrárias a tudo isso que vem acontecendo no país. “ O Brasil  ‘democrático’ foi construído com um desejo impetuoso das elites de dominar, acumular e lucrar mais e mais às custas do povo. É um Brasil que desrespeita os direitos fundamentais: à vida à dignidade, a ter direitos”, diz o documento-base preparatório ao 23º Grito dos/as Excluídos/as.  O documento denuncia a elite brasileira e o sistema que há hoje no país. “O acesso, a ampliação e universalização dos direitos fundamentais conquistados e garantidos na Constituição Federal de 1988, e que não foram plenamente implementados e universalizados, hoje estão sendo ameaçados. A elite brasileira nunca aceitou esses direitos”, evidencia o documento.

 

Pernambuco – no Recife, o Grito dos/as Excluídos/as acontece neste dia 07 de setembro, com concentração na praça do Derby, a partir das 09h. A caminhada percorrerá toda à Conde da Boa Vista, finalizando na praça do Diário. Representantes das organizações farão falas durante o percurso. De acordo com Sandra Gomes,  que faz parte da comissão organizadora, a ideia é colocar mais gente na rua do que o ano passado. “A estimativa é que o Grito deste ano supere os 50 mil participantes. Aconteceram pequenos Gritos e panfletagens em vários lugares e bairros do Recife, pra mobilizar as pessoas”, explica ela. Essa mobilização anterior gera a  expectativa de  vir muito mais gente para a marcha deste ano.

 

O Grito dos/as Excluídos/as acontece, há 23 anos, no dia 07 de setembro. Aqui em Pernambuco também tem confirmada  a realização do movimento em Garanhuns e Petrolina, além do Recife.