Notícias

Hospital Campanha do Exército em Rio Formoso atende população

Whatsapp

06/07/2017

 


Foto: Laudenice Oliveira/Centro Sabiá


Por Laudenice Oliveira (Centro Sabiá) 

A população gostou e faz elogios pelo atendimento e a atenção que recebem. O Hospital Campanha do Exército foi instalado em Rio Formoso, município da Zona da Mata de Pernambuco, um dos mais atingido pelas fortes chuvas do final de maio. Desde o início de junho que o Exército enviou a equipe de socorristas para o local. A enchente acabou com o hospital da cidade e quatro postos de saúde. A informação é de que até as duas primeiras semanas de julho o atendimento pode ser feito no Hospital Campanha, depois disso, não se sabe como vai ficar.

Uma equipe de seis médicos e dois bioquímicos do Exército compõe o grupo de saúde que atende no Hospital Campanha. Doze leitos, setor de pronto atendimento, farmácia abastecida de medicamentos, dois leitos de atendimentos de urgências com os devidos equipamentos de socorros fazem parte da grande tenda armada para atender a população local. Um luxo que os/as moradores/as de Rio Formoso não encontravam no hospital do município.

De acordo com a Tenente Coronel Carla Maria Clausis, no primeiro momento a equipe achava que atenderia vítimas de doenças desencadeadas pelas águas das enchentes, como filariose, por exemplo. “Os casos que têm chegado são de saúde básica mesmo. O número maior de pacientes é de crianças e idosos com doenças comuns dessas idades”, explica a Tenente Coronel. “E até um bebê já nasceu aqui”, completa ela. Alguns exames básicos também são feitos no local, sem precisar levar para outros laboratórios.

O comentário na cidade é sobre o atendimento humanizado. “São muito educados, cuidadosos, cuidam muito bem da gente quando chegamos lá”, conta dona Maria da Cruz, que recorreu ao atendimento dos profissionais. A equipe é realmente muito simpática e atenciosa, como deveria ser todo profissional que lida com a população, especialmente com as pessoas mais vulneráveis. A esperança é que enfermeiros e enfermeiras do município, que estão compondo o grupo do Hospital Campanha, já que o hospital do município encontra-se desativado, espelhem-se nos exemplos que estão vivenciando junto aos colegas de profissão do Exército.

A Tenente Coronel Carla Clausis, que é paranaense, mas desempenha suas funções em Campina Grande, Paraíba, acha importante a população conhecer esse trabalho do Exército. “É a nossa parte mão amiga, porque só somos lembrados como a força. Mas estamos nesses locais para atender a população. Em Alagoas também foi montado outro Hospital Campanha para atender as pessoas que também estão precisando lá”, pontua. Até o dia 09/06, o hospital Campanha do Exército já tinha atendido cerca de mil pessoas.