Notícias

Movimento Agroecológico Mobilizará Belo Horizonte

Whatsapp



23/05/2018

O IV Encontro Nacional de Agroecologia acontece entre os dia 31/05 e 3 de junho

Por Laudenice Oliveira

A capital de Minas Gerais, Belo Horizonte, recebe na próxima semana um grande encontro que reunirá ativistas do Movimento Agroecológico  de todo o Brasil e de fora do país. O IV Encontro Nacional de Agroecologia  (IV ENA), acontece entre os dias 31 de maio e três de junho deste ano, no Parque Municipal de Belo Horizonte e reunirá cerca de duas mil pessoas. A maioria presente é de agricultores e agricultoras  que desenvolvem práticas agroeocológicas nos seus territórios de origens. Sindicalistas, pesquisadores/as, representantes de organizações internacionais, estudantes/as,  movimentos feministas e de juventudes também se farão presentes para discutir a Agreocologia  e  a democracia que unem o campo e a cidade.

Durante quatro dias Belo Horizonte será palco de grande mobilização. Plenárias de juventudes, quilombolas, indígenas e de mulheres  fazem parte da programação do evento.  Para fazer as denúncias das violências vivenciadas pelos povos dos campos, das águas e das florestas, além de anunciar as resistências e as conquistas, serão montadas instalações artísticas-pedagógicas. A ideia é que  os/as  participantes possam interagir com as leituras de realidades trazidas pelos territórios onde os enfrentamentos estão sendo feitos. Diversas oficinas autogestionadas também  acontecerão no decorrer do encontro.

Vivências e interação com a população – durante o IV ENA, que tem como lema Agroecologia e Democracia Unindo Campo e Cidade,  os/as participantes terão a oportunidade de conhecer diversas experiências, especialmente de agricultura urbana,  que acontecem  em Belo Horizonte e região metropolitana. Uma oportunidade de trocas entre as diversas realidades presentes no Encontro. Intervenções públicas de comunicação e cultura popular darão o tom das músicas, dos cantos, das histórias e da diversidade que é nosso país.  O Parque Municipal e o Viaduto Santa Tereza acolherão essas ações culturais.  Uma feira onde os saberes e os sabores da Agroecologia estarão abertas para a  população dialogar com quem veio dos quatro cantos do Brasil  faz parte desse grande evento. No último dia, 03 de junho, haverá um grande banquete popular agroecológico, porque a luta também precisa de alimento saudável para fortalecer os lutadores e as lutadoras populares, para que campo e cidade mantenham-se unidos para garantir nossa democracia e um desenvolvimento onde os bens comuns são para todos/as e não para enriquecimento de poucos. 

Mais informação sobre o IV ENA acesse a página: http://enagroecologia.org.br